Notícias

Alidata estima crescer mais de 8% em 2018

A Alidata acaba de apurar um crescimento global no volume de negócios do primeiro semestre de 2018, face ao período homólogo do ano passado. A empresa conta fechar este ano com um crescimento global acima dos 8%, com base no pipeline de negócios que tem até ao momento.
Alidata estima crescer mais de 8% em 2018

Alidata, software house integrada no ‘Sendys Group’, especializada em produtos e soluções para os sectores da indústria, manutenção e reparação automóvel, acaba de apurar um crescimento global de 3% no volume de negócios do primeiro semestre de 2018, face ao período homólogo do ano passado. O sector automóvel/aftermarket, no qual a empresa é o principal player tecnológico nacional e maior exportador de soluções para os PALOP, foi o que registou o maior crescimento, situando-se nos 5%. A empresa conta fechar este ano com um crescimento global acima dos 8%, com base no pipeline de negócios que tem até ao momento.

A tecnológica leiriense acaba também de ver renovado, pelo décimo primeiro ano consecutivo, o estatuto de PME Líder, atribuído em parceria pelo IAPMEI, Turismo de Portugal e um conjunto de bancos parceiros, no caso, o Bankinter, a empresas nacionais que, pelo seu desempenho e perfil de risco, se posicionam como motor da economia nacional em diferentes sectores de atividade, prosseguindo estratégias de crescimento e liderança competitiva.

Para Fernando Amaral, CEO da Alidata, “esta primeira metade do ano foi desafiante, mas, sobretudo, muito gratificante. O crescimento e as distinções que continuamos a merecer devem-se a uma equipa extraordinária, espalhada por diversos países, e a clientes que nos permitem responder aos maiores desafios do mercado de forma positiva, continuando a merecer a sua confiança”. E acrescenta, em relação ao estatuto PME Líder: “É notável que uma empresa se mantenha 11 anos consecutivos a merecer esta distinção, independentemente das flutuações de mercado. Ter, de forma consistente, altos níveis de desempenho, consistência e solidez financeira, como EBITDA positivos, autonomia financeira de, pelo menos, 30%, baixa notação de risco, entre outros aspectos auditados, é notável”.

 

LER NA ÍNTEGRA

Partilhar

Contacte-nos. Clique aqui.

Se necessita de mais informações, deixe-nos
a sua mensagem e entraremos em contacto consigo.