Notícias

ALIDATA DÁ O SALTO DA INTERNACIONALIZAÇÃO

Fernando Amaral em entrevista à Logística e Transportes Hoje, conta a história e percurso da Alidata e o que o motivou a candidatar-se à iniciativa "Heróis PME".
ALIDATA DÁ O SALTO DA INTERNACIONALIZAÇÃO

VER PDF

A Alidata, a mais antiga empresa de software de gestão, criada em 1984, foi distinguida na iniciativa “Heróis PME”, que reconhece empresas e gestores que venceram desafios empresariais exigentes. Depois de um momento difícil durante a ainda recente recessão económica, o esforço de internacionalização deu frutos: a Alidata vai fechar 2017 com cerca de 3 milhões, tem escritórios em seis países e projetos em mais de 20.

O CEO da Alidata, Fernando Amaral, conta a história de um percurso inspirador.

O que levou a candidatar a Alidata à iniciativa “Heróis PME”?
Decidimos concorrer por acharmos que temos uma história diferente, que está ligada a história do país dos últimos anos, onde os grandes temas eram a crise e o défice.

Eu trabalhei 20 anos numa multinacional com 150 mil empregados, a Capgemini, e em pleno olho do furacão da crise nacional eu e um grupo de pessoas na casa dos 40 anos decidimos sair da nossa zona de conforto e iniciar um projeto próprio. Foi uma atitude disruptiva.
Na altura saímos com o Sendys, que era um produto da Capgemini, e em 2012 adquirimos uma posição na Alidata, uma empresa de software de gestão originária de Leiria, com mais de 30 anos. Eu conhecia os antigos sócios pois tinha trabalhado na Alidata com 18 ou 19 anos e, como a Alidata atravessava algumas dificuldades económicas, proporcionou-se a oportunidade.

É preciso perceber que a Alidata é a primeira softwarehouse portuguesa e que esta é uma área de negócio que sofreu transformações enormes, onde é preciso estar sempre na ponta da tecnologia, o que é muito diferente hoje em relação ao que era há 30 anos.

Hoje, a Alidata tem projetos em 20 países de cinco continentes diferentes e é especialista no desenvolvimento de software de gestão de empresas no setor industrial, manutenção e reparação automóvel.

(...)


A base de trabalho com os clientes é sempre o software, mas também fazemos consultoria, para diagnosticar as necessidades do cliente, e auditoria de sistemas. (...)
A nossa visão de negócio aponta sobretudo para um trabalho de alfaiate e desenvolvemos soluções para nichos de mercado que identificamos como estratégicos."

(...)


HERÓIS PME

Alidata premiada na primeira edição

No passado dia 24 de outubro, a Alidata foi uma das dez empresas vencedoras da primeira edição da iniciativa promovida pela Yunit Consulting. Foi premiada por ter sobressaído durante o período de grave recessão económica em Portugal e ter “dado o salto” nos últimos anos.

Em 2012, quando o atual CEO, Fernando Amaral, adquire a Alidata, a empresa enfrentava problemas económicos devido à crise económica que o país então enfrentava. Este ano, vai faturar cerca de 3 milhões de euros, contando com 60 colaboradores, escritórios em seis países e projetos em 20 países por todo o mundo.

Ao destacar histórias como a da Alidata, a iniciativa “Heróis PME” quer dar visibilidade a casos de sucesso que muitas vezes não chegam à ribalta e, com isso, inspirar outras PME a investir no futuro.

“Queremos destacar empresas que se distinguem e têm sucesso, seja pelo percurso do sócio, pela sua origem, pela forma como foram construídas ou pelo impacto que têm na região”, explica Bernardo Maciel, um dos sócios da Yunit Consulting. “É importante aproveitar esta fase em que se respira um clima económico diferente, psicologicamente mais atrativo para investir, para trazer histórias que sirvam de inspiração.

Temos exemplos de diversos pontos do país, se setores de atividade diferentes, que mostram que os percursos não são todos lineares nem fáceis e, mesmo assim, vale a pena investir e dar o salto”.

 

(...)

LER NA ÍNTEGRA

Partilhar

Contacte-nos. Clique aqui.

Se necessita de mais informações, deixe-nos
a sua mensagem e entraremos em contacto consigo.